quarta-feira, 13 de agosto de 2014

CPP - Licença Saúde negada

O Centro do Professorado Paulista através do seu Departamento Jurídico, ingressará com ações individuais para os seus associados, cujas licenças saúde foram negadas, visando à regularização desses períodos.

O requerente normalmente possui laudo de médico especialista, o qual indica afastamento das atividades laborativas para tratamento de saúde. No entanto, o médico perito do Departamento de Perícias Médicas do Estado (DPME), indefere tal pleito sem se atentar à solicitação do médico que acompanha periodicamente o servidor.

Além da situação acima mencionada, outros motivos de indeferimento de pedido de licença poderão surgir, tais como: ausência no comparecimento no dia agendado para perícia por motivos alheios a sua vontade, agendamento da perícia fora do prazo estabelecido em lei, entre outras situações.

Nesses casos, os documentos inerentes deverão ser encaminhados ao Departamento Jurídico do Centro do Professorado Paulista para analise de uma possível ação judicial.

O benefício desta ação se favorável, é a regularização do registro de frequência do servidor, bem como devolução dos valores descontados do período regularizado, além de afastar a possibilidade de instauração de Processo Administrativo Disciplinar por abandono de cargo, caso o período seja igual ou superior a 30 (trinta) dias consecutivos ou 45 (quarenta e cinco) dias interpolados, nos termos da legislação vigente.

Documentos necessários para propositura da ação:
* Documentos pessoais;
* Holerite;
* Atestado médico indicando o período de afastamento;
* Indeferimento do período;
* Pedido de reconsideração administrativo;
* Indeferimento da reconsideração;
* Recurso Administrativo;
* Indeferimento do recurso:
* Extrato do DPME, que conste o período que ficou em aberto.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Iamspe firmou convênio odontológico

O Hospital do Servidor Público Estadual (Iamspe) continua dando atendimento aos seus usuários de odontologia buco-maxilo de baixa e alta complexidade, onde são tratados pacientes com patologias graves ou dotados de cuidados especiais. Para melhor o atendimento firmou convênio odontológico com três operadoras de planos para 200 municípios de São Paulo.
Para o usuário do hospital que entrar em um dos planos até 28 de outubro,  não haverá carência. Terão direito à adesão, todos os contribuintes do hospital e seus dependentes.   Destaca ainda o atendimento 24 horas de pronto socorro.
Para adesão ao plano, basta acessar o site do Iamspe (www.iamspe.sp.gov.br) e clicar no link "assistência odontológica". Ou acessar diretamente pelo link http://beneficios.iamspe.sp.gov.br.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Convocação Educação Infantil SME SP

Mais 65 professores de educação infantil, aprovados em concurso público, foram convocados pela Secretaria Municipal de Educação para a escolha de vagas e provimentos dos cargos vagos.

        A convocação foi publicada na página 51 do DOC de 06 de agosto. 

        Os candidatos convocados deverão comparecer ao auditório da Conae 2, na avenida Angélica, 2.606, Consolação, de acordo com o seguinte cronograma:

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL

25/08/2014


9h às 10h                4888 a 4920

10h às 11h              4921 a 4952

11h às 11h30          retardatários do dia

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Concurso Campinas

A Prefeitura de Campinas, 97 Km da capital, abriu nesta segunda-feira inscrições para concurso público que oferece 60 oportunidades para professores da educação básica. Os postos são para as disciplinas de português, artes, educação física e inglês e para a educação infantil. O salário é de R$ 3.613,23 para a jornada de trabalho de 32 horas semanais e de R$ 4.516,57 para a jornada semanal de 40 horas. Os aprovados também receberão um auxílio-alimentação de R$ 680 por mês e vale-transporte.

Os candidatos deverão fazer a inscrição pelo site www.caipimes.com.br até o dia 28 deste mês. A taxa de inscrição é de R$ 62. A prova está prevista para 21 de setembro. Os candidatos deverão responder as dez questões de português, 20 de conhecimentos gerais e 30 de conhecimentos específicos para a vaga escolhida. Eles também deverão passar por uma avaliação psicológica e receberão pontos por curso realizados. Os aprovados passarão por um estágio probatório de três anos.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Bolsa Mestrado e Doutorado - SEESP

A Secretaria de Estado da Educação está com inscrições abertas para o programa de mestrado e doutorado, que dá bolsas de estudo a educadores da rede pública.

O benefício é de R$ 1.300 ao mês para quem faz mestrado e de R$ 1.600 ao mês para os alunos de doutorados. Para concorrer às bolsas de estudo, é preciso já estar matriculado no curso - que deve estar relacionado à disciplina na qual o professor atua - e ser titular de cargo efetivo ou estável na rede estadual. Também é preciso apresentar um projeto acadêmico no momento da inscrição. Os candidatos podem ser professores, supervisores de ensino ou diretores de escola.

As inscrições vão até o dia 15 de setembro pelo site da secretaria (www.educacao.sp.gov.br). O candidato deverá clicar no link "curso em andamento", localizado no fim da página, na seção "Serviços".